Ficou feia…

Luiz Carlos Prates

Para feia a moça não serve. Ora, se para feia ela não serve, então e bonita, é isso? Ela é bonitinha… Acho que assim fica melhor, bonitinha. Bonita é a Catherine Zeta-Jones. Pois a mocinha, essa que para feia não serve, fica todos os dias feia. Ela tem o péssimo hábito de passar fio dental nos dentes no meio da sala de trabalho, na frente de todos. Sem nenhum constrangimento. Agora é assim, os bons modos estão em passo apressado para a extinção, o charme virou lembrança, homens e mulheres são hoje, na grande regra, de uma formidável vulgaridade. Bom, não falta quem, em qualquer lugar, afaste-se do grupo dizendo que vai ao banheiro. E, catástrofe, dizendo o que vai fazer no banheiro.

Essa tal moça do fio dental precisava que uma amiga bem-educada a levasse para um canto e dissesse a ela que é péssimo limpar os dentes na frente de quem quer que seja. Assear-se é ato da mais absoluta individualidade e, se de fato existe solidão, há de ser essa a mais enfática das solidões, a dos banheiros. Dependendo do que se esteja a fazer, a luz tem que estar apagada…

Olhe, leitora, se alguém quiser hoje escrever um livro que vá direto para o sebo, para as liquidações, que escreva um livro sobre boas-maneiras. Esses livros são obras do passado remoto, do tempo das diligências, lembras delas? Exato, as dos filmes de mocinho. Aliás, se você lembra bem, os mocinhos eram mocinhos, usavam lenço para pegar na mão das moças, e as moças usavam chapéus, sombrinhas, vestidos rodados, longos etc etc.

Não, não quero voltar ao tempo das diligências, mas me dói ver moças e rapazes sem qualquer cuidado ou vaidade. Está valendo tudo. Não faz muito tempo, as meninas eram advertidas:

– Senta direito, menina, isso são modos!

– Põe a camisa para dentro das calças, guri, não sejas molambento!

Acabou. Hoje a namorada corta as unhas dos pés na frente do namorado, ele arrota Coca-Cola na frente dela, sem pejos. Tudo é riso, tudo é legal, tudo vale. Quando nos tornamos muito desnudados de nossos cuidados mais pessoais, quando fazemos desaparecer os nossos “mistérios”, quando nos tornamos muito “humanos”: Ah, todo mundo é igual, todo mundo tem as mesmas necessidades…, quando chegamos a esse ponto não há mais encantos a esperar. Ver uma moça passando fio dental como quem tira o cabelo da testa é testemunhar o fim das boas maneiras. Ah, antes que esqueça, a cidadania da mulher não prescinde de boas maneiras, pelo contrário, as exige. Quem tem bons modos pode erguer mais alto a cabeça.


Loucura

Leia bem: “Infrações leves de trânsito como estacionar em local proibido ou buzinar entre 22h e 6h podem deixar de resultar em multa para o motorista”. O projeto está adiantado na Câmara Federal.

Era só o que faltava, estacionar em local proibido vai ser legal. Santo Deus, os apedeutas pensam em tudo para piorar o trânsito. Gentalha.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s