Loteamento Nova São José

A campanha deste loteamento diz, a cidade está crescendo pra cá. Será mesmo?

A dias venho acompanhando esta empresa que se denomina sustentável, mas o que dizer de uma empresa que não se preocupa com o meio ambiente,tampouco com as famílias que estão sendo prejudicadas com as obras deste loteamento.

image

A comunidade mostrada acima é o loteamento Zenaide, que fica aos fundos (só mostram a parte boa do negócio), e na parte mais baixa do referido loteamento. A preocupação é generalizada, pois o único córrego que serve para vazão da água da chuva não suportará aos novos moradores.

image

Como tenho muitos amigos que moram neste lugar maravilhoso e sei de muitas famílias prejudicadas e
menos esclarecidas sobre os seus direitos de cidadãos, uso este espaço para manifestar esta preocupação local. Senhora prefeita Adeliana, pouco tempo que estás na gestão da prefeitura já colocaste a casa em ordem. Peço encarecidamente que dês uma urgência para este assunto.

Muito obrigado.

Você tem uma padaria e precisa trocar seus equipamentos?

Tenho em excelente estado todos os equipamentos para uma padaria. Excelente estado de conservação, pois todos tem no máximo 6 meses de uso.
Forno industrial -> Você pode assar as maiores obras de arte feitas antes, dentro deste equipamento à gás.
Freezer para refrigerante -> Com uma capacidade de armazenamento, todos os refrigerantes aqui estarão bem geladinhos e os clientes não vão reclamar de jeito nenhum.
Freezer balcão seco -> Leite, frios, tudo em frios podem ser armazenados aqui.

E mais…
Balcão frio
Balcão caixa
Armario para pão
Balança
Estufa 10 pratos
Fritadeira eletrica
2 Mesa redonda com 4 banquetas

Vamos ao que interessa, R$ 7.000,00 por todos os itens abaixo;
Interessado? Ligue: (48) 8442-5673

O que há com os motoqueiros de Floripa?

Primeiramente quero deixar claro que não é nada pessoal, mas acredito que está faltando um pouco mais de visão do poder público e da própria PRF intensificar a fiscalização.

Todas as manhãs, quando me dirigo ao trabalho no centro de florianópolis, tenho que embarcar em duas vias que estão saturadas pelo trânsito, a BR 101 e a Via-Expressa. Quando você está no meio dela, surge um “MAR” de motoqueiros (entenda: Motoqueiro não é motoclista e motociclista não é motoqueiro, pois o motociclista respeita os demais motoristas e as leis de trânsito), e estes pobres coitados, suicídas, estão pondo em risco a vida das pessoas.

Sinceramente, gostaria de tranquilidade pra poder trabalhar, mas tenho pena desses pobres coitados e vejo todos os dias os montes de amigos que caem na besteira de fazerem “proezas” e andarem a 80km no “corredor”.

TO PENSANDO EM VENDER MINHA MOTO.

Faça sua empresa acontecer no Facebook

Fonte: IDG Now!
Por Tony Bradley, da PC World/EUA

Meio bilhão de pessoas não podem ser ignoradas, muito menos nos negócios. Ter uma página na maior rede social do mundo é um começo.

Sua empresa não pode ficar de fora do Facebook. A rede social tem agora mais de meio bilhão de usuários – e isso apesar das brigas motivadas por questões de privacidade e de uma pesquisa recente que sugere que a satisfação do consumidor, no site, é decepcionante. Eis algumas dicas para quem deseja trazer à sua empresa uma audiência de meio bilhão de clientes em potencial.

1:: Monte sua página
O primeiro passo é montar uma página. Elas já foram conhecidas como Página de Fãs, e aqueles que a seguiam tinham de escolher ser um “fã”. Mas o Facebook mudou seu nome simplesmente para Páginas, e os membros podem agora apenas “gostar” da página em vez de se declararem “fãs”.

Foi uma boa medida. Tornar-se fã de um produto ou serviço intimidava alguns usuários, que viam na ação um comprometimento exagerado em se tratando de empresas. No entanto, a maioria dos usuários não tem nada contra compartilhar os produtos e serviços de que gosta.

Esses passos podem mudar, mas por enquanto você pode encontrar Ads e Pages clicando no link “More” em algum lugar no meio do painel esquerdo presente na página principal (Home) do Facebook. Quando o painel for expandido, clique em “Ads and Pages” e, depois, em “+ Create Page”.

Você pode criar uma página no Facebook para uma empresa, marca ou produto específicos oferecidos por seu negócio. Você também pode montar uma página para um artista, banda ou personalidade pública, ou usar a página para promover uma causa.

Escolha o tipo de página que quer criar, e dê a ela um nome. Marque a caixa indicando que você tem autoridade para representar a pessoa, negócio, marca ou produto para o qual está criando a página. Clique em “Create Official Page” – você acaba de marcar presença no Facebook.

Com a página criada, você vai precisar configurá-la e personalizá-la. Acrescente uma foto ou logotipo, bem como informações básicas sobre o produto, negócio ou marca que quer promover. Nesse ponto, você precisa fazer com que outros usuários do Facebook “gostem” da página e começar a formar uma audiência.

2:: Atraia clientes
A primeira coisa que o Facebook sugere é que você convide todos os seus amigos da rede social para “gostar” de sua página. Não há nada de errado com isso, mas lembre-se de que provavelmente seus amigos já conhecem sua empresa, seus produtos e serviços, e que – pelo menos como uma ferramenta de Marketing e de relações com clientes – há provavelmente pouco valor em ter apenas amigos visitando a página.

Uma das principais vantagens das páginas do Facebook é que elas permitem interagir com membros do Facebook sem que eles precisem se conectar com seu círculo íntimo de amigos. Experimente um ou mais widgets Social Plugins disponíveis no Facebook. Você poderá usá-los no site da empresa ou divulgar, em blog, a existência da página do Facebook.

Você também deveria acrescentar um link para a página do Facebook em sua assinatura padrão de e-mail, e arranjar a publicação cruzada com o Twitter – tanto para promover a existência da página no Facebook como para divulgar conteúdos cruzados que aparecerão ao mesmo tempo no Facebook e no Twitter.

Se tiver verba e quiser apostar numa abordagem mais agressiva, você poderá comprar um anúncio no Facebook para promover a existência da página.

3:: Promova o engajamento
Não há muito sentido no esforço de criar uma página no Facebook e atrair uma audiência se você não se empenha para promover o engajamento dos consumidores. Agora que já construiu uma audiência para sua página no Facebook, você tem de dar a essa audiência uma razão convincente para visitá-la.

As regras para as páginas do Facebook são semelhantes às regras para construir de forma efetiva uma audiência para um blog. Certifique-se que você está adicionando conteúdo regularmente – de preferência, ao menos diariamente. Você precisa fornecer uma razão para a audiência voltar à sua página e ver o que há de novo.

Tão importante quanto a frequência é o conteúdo dos posts. Consumidores querem informação e envolvimento, não ser assediados. Tudo bem citar seus produtos e serviços quando eles forem relevantes, mas não use o Facebook simplesmente como uma plataforma de divulgação.

Você pode publicar notícias ou histórias relacionadas a seu negócio e fornecer comentários e insights únicos. Você também pode usar a página no Facebook para fornecer dicas, truques ou conteúdo informativo. Em vez de simplesmente falar para a audiência, tente incitar comentários e feedbacks dos membros, para cultivar um sentimento de comunidade entre os consumidores.

O Facebook representa uma enorme oportunidade de divulgar sua empresa e promover seus produtos e serviços. Tenha a certeza de tirar proveito dessa imensa massa de audiência que o Facebook tem a oferecer.

* Matéria originalmente publicada no IDG Now!, em 23.07.2010

A Reputação Corporativa e o Novo Marketing

por Daniel Domeneghetti

A Reputação Corporativa, certamente, assumirá papel central no tsunami estrutural que irá inovar o Marketing como Área ou Departamento.

Não é exagero afirmar, hoje, que as empresas estão forçadas a administrar sua “Conta Corrente Diária de Reputação” (institucional e de suas marcas), que se torna negativa ou positiva em função da resultante da somatória de opiniões, análises, percepções e expectativas que os diversos stakeholders da empresa, geradores de mídia, constroem e reverberam de forma global e instantânea no universo móvel, colaborativo e multicanal parametrizado pela chamada Web Social ou 2.0, sua blogosfera, Sites de Buscas, Redes e Comunidades, Celulares e Smartphones habilitados nas redes, além, é claro, de seu efeito de replicação imediato nas mídias tradicionais, como TV e rádio.

Gerenciar esta conta corrente não é tarefa fácil, assim como não é missão das mais tranqüilas interagir com qualidade e valor com os diversos stakeholders corporativos. Definitivamente as empresas não estão preparadas para isso, seja por conta de mind-set e valores estratégicos corporativos desatualizados, seja por conta de um chassis de processos, sistemas e arquitetura organizacional desajustado do novo ecossistema em que competem.

Entretanto, gerenciar essa conta corrente da Reputação e transformá-la em resultados superiores (vender produtos melhores que os concorrentes para clientes mais fiéis, gerando mais valor ao acionista e market-share para empresa) é tarefa do Novo MKT – O MKT de Contexto, que, em nossa visão, será pautado por 6 pilares estratégicos, somados aos tradicionais conceitos “Ps” historicamente associados ao Marketing. Estes 6 pilares são:

Ao assumir esta postura Customer Centric, as empresas certamente passarão por redefinições de estratégia e convocatórias em seu Marketing.

A equação do Novo Marketing, o MKT rachado pela inovação imposta pelo “mundo exterior”, o MKT/2 é:

MKT de Contexto = MKTReputação X MKTRelacionamento.

Esta equação imporá novas estruturas organizacionais e funcionais, além de novas atribuições, skills, abordagens e métricas específicas.

Esse modelo presume que todas as iniciativas, ferramentas e projetos de marketing sejam organizados estrategicamente, orçamentariamente e em termos de gestão em um nível superior ligado diretamente do centro decisório da empresa, responsáveis por coordenar as duas vertentes distintas e complementares do Novo MKT: o MKTReputação, centrado no branding, organizado em torno da relação dos diversos stakeholders com os atributos e valores das marcas corporativas e de produtos da empresa e o MKTRelacionamento, centrado no suporte a vendas, ligado, em toda extensão do Customer Life Cycle, aos diversos Clusters de Clientes e aos Produtos e Serviços da empresa, que consomem ou podem vir a consumir.

Assim, com o futuro “Diretor” de Reputação ficam atribuições e práticas como Comunicação Corporativa, Branding, Relacionamento com Stakeholders, Patrocínios, Eventos, MKT Cultural, Social, Esportiva, MKT de Causas, etc. Já com o futuro “Diretor de Relacionamento” ficam Propaganda, Promoção, Pré-Venda, Suporte, Pós-Venda, CRM, Call Center, MKT Direto, etc, mesmo que este “Diretor” seja um único “Diretor ou VP”, mas com 2 estruturas apartadas em metas, modelo de gestão e indicadores de performance e valor.

Como todo modelo propositivo, esta estrutura não é definitiva, nem tampouco estática. E cada empresa deve adequar estes conceitos à sua estratégia, setor de atuação, dinâmica de mercados, nível de concorrência e perfil de clientes.

Em nossa visão, uma nova era começa para o Marketing.

Cabe a cada CEO e cada Executivo de Marketing (VP, Diretor, CMO) analisar seus respectivos cenários e tomar suas decisões, acreditando ou não neste cenário que propomos. De qualquer forma, fica o compromisso: em uns 3 anos conversamos novamente… e medimos o quão acertadas foram nossas análises aqui propostas.

Agradecimento

Quero agradecer aqui o excelente número de acessos que tenho obtido, acredito que seja pelo conteúdo relevante. Quero colocar mais de minha pessoa aqui, estou pensando em escrever uma biografia, ainda está no papel, talvez saia um dia.

Como tenho acessos do exterior, vou criar uma página em Inglês, facilitando assim a leitura desse povo.

Ah estou de e-mail novo, koliveira@r7.com, este vocês podem inundar de e-mails, pois o hotmail ainda acho lento em alguns aspectos, mas vai melhorar, eu acho!!?

Beijos

Pra meditar: Continuar a fazer as coisas como sempre foram feitas e esperar que os resultados sejam significativamente diferentes é uma boa definição de insanidade.Albert Einstein